Toque de saúde

Carboidratos são mesmo vilões?

O carboidrato é a principal fonte de energia que o nosso corpo utiliza para manter as atividades metabólicas. Mesmo assim, esse importante macronutriente tem sido o vilão, responsável pelo ganho de peso e por contribuir para enfraquecer a saúde de quem o consome.

A situação piora com a crescente popularidade das dietas Low Carb, dieta da proteína e profissionais ou não da saúde que dissemina presencialmente ou pelas mídias a ideia que para emagrecer tem que banir o carboidrato das refeições. Entretanto, para preservar uma alimentação equilibrada e um corpo ativo, é essencial dar energia para o organismo.

Segue algumas afirmações controvérsia sobre os carboidratos


“Com uma dieta de baixa ingestão ou zero carboidrato vou emagrecer”

Parcialmente verdade. Quando paramos de ingerir carboidratos, realmente temos uma perda de peso acentuada. Mas isso acontece por causa da perda da água que estava ligada ao glicogênio armazenado no corpo. O problema é que, quando o corpo precisar de energia e o consumo de carboidratos estiver baixo ou inexistente, ele apela para as reservas de gordura em busca de energia. Entretanto, o mais comum é que a massa muscular também seja consumida. Uma dieta vegetariana ou com baixa gordura tem mais efeitos sobre a perda de peso do que uma dieta com pouco ou nenhum carboidrato.


“Preciso cortar o carboidrato para ter uma alimentação de qualidade”

Esse é um mito perigoso. Os carboidratos saudáveis são parte da alimentação para o bom funcionamento do corpo, inclusive do cérebro, exercendo uma série de funções metabólicas e estruturais no organismo. Por isso, são classificados como macronutrientes, ou seja, são essenciais para que o corpo funcione corretamente.


“Tenho que cortar os carboidratos porque fazem mal”

Isso é uma inverdade. O problema são os carboidratos com base em açúcar, como doces e refrigerantes, e altas concentrações de farinha branca, como bolos e pães não integrais. Esses fazem mal por causa de seu alto índice glicêmico e podem levar ao desenvolvimento de doenças como a diabetes tipo 2 e a obesidade. Mas o consumo de carboidratos naturais, como os presentes em frutas e cereais, pode e deve ser feito, mas sempre com moderação. Frutas doces têm maiores quantidades de frutose, o carboidrato das frutas, e quanto mais doce, maior é a concentração do nutriente.

Outras opções saudáveis de consumo de carboidrato são os cereais, como o arroz integral e o milho, além de outros vegetais, como a mandioca, batata doce, o cará, entre outros.


“Ingerir carboidratos a noite pode me fazer ganhar mais peso”

Isso pode ocorrer sim, pois o nosso corpo gasta menos energia durante o repouso, e isso significa que qualquer carboidrato consumido será transformado em energia acumulada antes que possa ser usada, ou seja: o ideal é que o consumo seja realizado durante o dia, período de atividades mais intensas em que o corpo pode utilizar a energia e processar os carboidratos de forma eficiente. Durante a noite, prefira alimentos mais leves e com baixo teor energético.